O SENTIMENTO DE CULPA

O sentimento de culpa tem um lado ruim e um lado bom.

O lado ruim é quando ele se torna um martírio, um castigo ou uma alta punição, quando a pessoa fica sofrendo remoendo e não consegue se libertar daquilo.

O lado positivo é o aprendizado, quando a pessoa fica se perguntando o que ela tem a aprender com esse sentimento. Para o lado positivo a culpa nos torna mais humilde, nos ensina a reconhecer os nossos erros a pedir desculpa ou perdão a quem nós cometemos uma injustiça e nos motiva de não cometer novamente o mesmo erro.

Quando aprendemos com a culpa a ser pessoa melhor, quando realmente entendemos esse sentimento, aí estamos crescendo como pessoa, e esse crescimento trás evolução pessoal. Quando realmente a pessoa realiza o aprendizado, não tem mais que ficar sofrendo ou se sentido culpado por algo que aconteceu, uma vez que dificilmente cometerá o mesmo erro com outras pessoas.

Então, se a pessoa acha que já aprendeu com esse sentimento e mesmo assim ainda continua a sofrer, na verdade você ainda esta se punindo e não esta progredindo, apena s esta sofrendo por algo que já aconteceu e que você não vai conseguir mudar, uma vez que algo já passou e esta passado.

Errar faz parte da vida. Você pode e tem o direito de se arrepender, mas não deve carregar a culpa. Essa relação precisa ser mais leve porque, se não dispensar “bagagens” no meio do caminho, o fardo da existência vai se tornar pesado demais. Feliz daqueles que nunca se arrependem e vivem dizendo que fariam tudo de novo e da mesma forma.

O sentimento de culpa é um dos mais intensos que pode afetar o ser humano, pois esse sentimento lhe prende a um acontecimento do passado.

O sentimento de culpa em algum momento pode ser bom, pois faz o ser humano conhecer o caminho da humildade.

Um exemplo de sentimento de culpa veja: Certa mulher perdeu o bebe, a mesma sofreu um aborto e ela sentia-se como a única culpada de ter perdido o bebe. Na verdade sabemos que não tem a quem culpar quando algo desse tipo acontece, são coisas que fogem do nosso poder.

Segundo estudos mulheres sentem mais sentimentos de culpa do que os homens.

Algumas pessoas tendem a lidar com a culpa tentando substituir esse sentimento por outra coisa. Exemplo, uma mãe que tem pouco tempo para ficar com um filho, pois necessita trabalhar e não tem tempo para dar atenção ao seu filho, ela substitui essa falta por um presente, celular ou um jogo novo.

O sentimento de culpa se não for tratado ele destrói a autoestima de qualquer pessoa.

A diferença entre vergonha e culpa é a diferença entre “eu sou má” e “eu fiz uma coisa má”

Culpa e vergonha não é a mesma coisa, mas os dois sentimentos estão interligados.

Mas os dois sentimentos frequentemente andam juntos, e o que eles têm em comum é que nos mantêm presos ao passado, refletindo sobre os erros que cometemos e sobre nossos defeitos, conforme os enxergamos. E, em excesso, nenhum desses dois sentimentos nos faz chegar mais perto de verdadeiramente aceitar e perdoar os erros que cometemos ou de mudar as coisas em nós mesmos que não nos agradam.

Quando alguém sofre por culpa, na verdade essa pessoa precisa se perdoar a si mesma.

A maior dificuldade de quem sente culpa por algo é se perdoar, pois fica se apontando, se fazendo sofrer, e sabotando seu interior.

O sentimento de culpa aprisiona, faz a pessoa sofrer e parar no tempo.

Acredito que em algum momento na vida todos nós já sentimos esse sentimento de culpa, exemplo, eu sou culpada por ter acontecido isso ou aquilo, o que difere é o modo como cada um leva esse sentimento.

Alguns levam o sentimento para sua vida, e não se livram desse sentimento.

Reflita sobre os acontecimentos e perceba se você realmente esta fazendo o máximo para se perdoar.

Na verdade, para se livrar desse sentimento ruim, é necessário reconhecer qual seu grau de culpa na situação, antes de ficar elegendo culpados.

Faça uma análise interna, cuide-se, pois não devemos cultivar nenhum sentimento negativo no nosso interior.

Se necessário faça terapia, mas não permita que esse sentimento faça você se tornar um alguém depressivo.

Se ame, cuide do seu condomínio espiritual e se permita ter uma vida saudável e feliz.

Através da Mesa Espiritual Quântica fazemos o diagnóstico e o tratamento necessário, à distância.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *